ESCOLA SECUNDÁRIA DE CAMÕES   

Home | Acerca do Projecto | Quem Somos | OPINIÕES | O Lyceu    

 
 
  Foi encontrado um testemunho num livro autobiográfico em que Fernando Namora narra a sua passagem pelo liceu Camões:  

''Depois, ainda, dois anos de liceu em Lisboa, um liceu também chamado Camões. Com duas parentes solteironas, morava num casarão do Paço do Lumiar. Havia por de­trás um quintal com uma árvore de copa cerrada, nela me escondia para ler as letras e as tretas que as minhas guardiãs tinham por nefastas ao meu aproveitamento escolar. Ensinavam-me a desconfiar da alegria e a aceitar os constrangimentos como uma bem­-aventurança. Talvez eu tivesse sido um bom discípulo, ou talvez as rebeldias que não tardariam possam explicar-se justamente por essa atmosfera familiar de novenas, sus­peitas, punições. A colecção de bichos-da-­seda que eu escondia no meu quarto era uma das surdas compensações para a minha puberdade encarcerada. Escondia também o jornal do liceu, todo ele escrito e ilustrado por mim (exemplar único, como se poderá calcular), distribuído aos colegas num dia certo da semana, Jorge Sena era um deles. Temia que algum número do jornal fosse apanhado pelas minhas parentes a mais ve­lha madrinha («Lembra-te sempre que madrinha ocupa o lugar da mãe!»); esconder, mesmo aquilo que não precisa de ser escon­dido, tornou-se uma das peçonhas da minha adolescência, quem sabe se também da mi­nha maturidade.

Não quero lembrar-me desse tempo, sal­vo de outro grande amigo meu companheiro de turma, um altarrão de músculos sólidos, que se fez meu protector. Por vezes eu vi­nha a pé do Paço do Lumiar até ao Camões para que me ficassem no bolso, habitual­mente vazio, os cinco tostões do eléctrico: vários cinco tostões dariam um bilhete para o «animatógrafo» ou para o aluguer (a meias) de um barquito no lago do Parque Eduardo VII – suprema heresia no meu quotidiano de rapazinho educado por duas senhoras avaras. (Detesto a avareza.) Minha Mãe apercebeu-se de que as coisas não cor­riam bem. Regressaria, pois, a Coimbra, dessa vez para uma pensão de estudantes.''


Testemunhos sobre a obra e a vida do escritor

 

 

 

Realizado pelo - 10ºD